Publicado por Redação em Dental | 21/10/2015 às 11:13:28

Mais bonito: língua no lugar certo pode mudar a fisionomia

A forma correta é a língua ficar apoiada curvada, com suavidade no céu da boca

Lábios e bochecha podem ficar caídos quando a língua está posicionada incorretamente na boca

Sabia que a língua tem uma posição certa para ficar dentro da boca? E sabia que se ela está acomodada de forma errada pode até mudar sua fisionomia? A forma correta é ficar apoiada com suavidade no palato da boca, o famoso ‘céu da boca’. A ponta da língua fica em contato com a chamada papila palatina e o restante se apoia na parte mais alta do céu da boca, isso quer dizer que ela fica curvada.

“Quando a língua não está bem colocada contra o palato duro significa que está baixa na cavidade oral e isso faz com que a boca fique aberta ou entreaberta. O tônus da língua diminui e, dependendo do tempo que a boca fica aberta, a pessoa pode ficar com as bochechas mais caídas e os lábios também alterados, sendo que o inferior fica evertido (virado para baixo) e o superior, sem contato com o inferior fica mais curto”, diz a fonoaudióloga, Irene Marchesan, presidente da Associação Brasileira de Fonoaudiologia.

Para saber se sua língua está na posição certa, faça o teste. Normalmente, ao manter os lábios fechados e a respiração pelo nariz, a língua fica naturalmente no lugar certo. “Como a boca não está aberta você não pode ver, mas com estudos de imagem isso já ficou comprovado. Boca fechada – língua bem posicionada”, afirma a especialista.

Se o problema já está instalado, para tratar, é preciso fechar um diagnóstico. Irene explica que, em geral, quem respira pela boca tem a língua fora do lugar, pois como ela está apoiada na mandíbula, ao abrir a boca, ela acompanha a mandíbula, ficando distante do palato duro que é seu local ideal. “Se o problema for a respiração, teremos que ver um otorrino para saber se é caso de tratamento medicamentoso ou de cirurgia das amidalas e ou da adenoide. Se não há razão problema com a respiração a causa pode ser mecânica ou viciosa”.

Em média, quando a causa já foi solucionada, o tempo para fechar a boca e a língua ir para seu melhor local em adultos é de 2 a 3 meses de terapia. Em crianças, o tempo é maior, podendo chegar até 8 meses, mas a média costuma ser de seis meses.

Prevenção desde criança

É importante observar se a criança mantém a respiração pelo nariz, em segundo lugar, a oclusão (mordida) deve estar correta e, em terceiro lugar, a alimentação deve estimular a mastigação, sem papinhas líquidas e sem usar mamadeira e chupeta por muito tempo. “Levar seu filho ao dentista desde cedo para consultas periódicas é muito importante mesmo que ele não tenha nada aparentemente”, diz Irene.

A língua tem várias funções, falar, mastigar engolir os alimentos, limpar a boca, dar beijo, lamber sorvete. Se a língua está saudável em termos de tônus, se está em contato com o palato duro (isso só é possível se a boca fica fechada) e se o frênulo da língua é normal (pele que liga a parte de baixo da língua com o assoalho da boca) tudo dará certo.

Fonte: Terra Saúde Bucal


Seguro Auto

Tags: sem tags no momento!


Deixe seu Comentário:

=