Publicado por Redação em Notícias Gerais | 01/07/2015 às 11:05:55

Motoristas de van escolar protestam contra a lei da cadeirinha em SP

Motoristas de vans escolares protestam pelas ruas e avenidas da cidade de São Paulo

Motoristas de vans escolares da região metropolitana de São Paulo protestam nesta quarta-feira (1°) contra a lei da cadeirinha, que os obriga a usar cadeirinhas para crianças de até sete anos e meio.

Por volta das 6h, diversos grupos de motoristas partiram de pontos distintos da cidade em direção à praça Charles Miller, no Pacaembu, onde devem se encontrar por volta das 10h.

De acordo com a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), o protesto reflete nas principais vias de São Paulo, como Radial Leste, avenida Aricanduva, avenida Cupecê, avenida Interlagos, corredor norte-sul. De acordo com a companhia, não registro de congestionamento acima da média nesses pontos.

Por volta das 7h30, a cidade registrava 70 km de lentidão -o que representa 8% dos 868 km monitorados. O índice está dentro da média, que varia entre 6,8% a 10,3%. A pior região é a zona sul com 26 km de lentidão.

Os transportadores escolares argumentam que, por atender crianças de várias idades, não haveria espaço nos veículos para guardar as cadeirinhas quando elas não estão em uso. Previam ainda aumento de custo dos serviços.

Segundo a categoria, existem vários empecilhos que dificultam a implantação da medida. Um deles é o fato de os veículos saírem de fábrica com cinto de dois pontos, e não de três.

"Seria preciso dar um prazo para o setor poder comprar novos veículos que já saíssem de fábrica com esse cinto de três pontos", diz Hélio Neves, presidente da Artesul (Associação Regional de Transporte Escolar de São Paulo).

Hélio diz que os motoristas de van escolar também querem benefícios concedidos a taxistas, como a permissão para trafegar no corredor de ônibus em determinados horários e desconto para trocar de carro.

Paralelamente à carreata, circula na internet um abaixo-assinado pedindo a revogação da lei da cadeirinha.

LEI DA CADEIRINHA

A obrigatoriedade da cadeirinha foi decidida no dia 17 de junho em reunião do Conselho Nacional de Trânsito. A regra, que já valia para os carros de passeio desde 2010, prevê que as empresas de transporte escolar adotem diferentes tipos de dispositivos de segurança, de acordo com a faixa etária dos alunos.

Assim, crianças de até um ano deverão ser transportadas em bebê-conforto; de um a quatro anos, em cadeirinhas com encosto e cinco próprio; de quatro a sete anos e meio, assentos de elevação conhecidos como "booster".

Fonte: Folha de São Paulo


Seguro Auto

Tags: sem tags no momento!


Deixe seu Comentário:

=