Publicado por Redação em Gestão do RH | 15/12/2021 às 09:07:33

Lições que aprendi com o vôlei



O mundo corporativo e o esporte têm diversas semelhanças. Da minha experiência pessoal, quando praticava ainda adolescente, ao momento atual, acompanhando com orgulho o time de vôlei que leva o nome da Vedacit, percebo cada vez mais que os mesmos valores unem esses dois mundos.

O incentivo ao talento jovem é um exemplo. A importância de trabalhar desde a categoria de base, assim como fazemos com os estagiários, identificando as habilidades, mostrando a importância da responsabilidade, do respeito e do coletivo. É incrível perceber a riqueza proporcionada pelo convívio entre várias gerações. Quanto mais diversa a equipe melhor.

O planejamento, assim como a inteligência emocional, são características em comum. Em um campeonato nacional, por exemplo, a disputa é longa, haverá derrotas e o time precisa se reerguer, identificar o que pode ser melhorado, trabalhar para conquistar a vitória no próximo jogo e, a longo prazo, vencer o campeonato. No mundo corporativo também organizamos os objetivos durante o ano, estabelecemos as metas e, com frequência, avaliamos o que pode ser aprimorado. Ao longo da jornada, aprendemos a comemorar as conquistas parciais. Desenvolver a estabilidade emocional é fundamental para garantir o entusiasmo para o próximo ponto.

O desafio de encontrar o melhor profissional para cada posição é partilhado tanto entre o gestor do time e o técnico, assim como para o RH e o líder. Mais do que talento, o sucesso está diretamente relacionado a escalação: a posição que cada um ocupa e como pode entregar o seu melhor, individual e coletivamente. No vôlei, o entrosamento é fundamental tanto para “passar a bola” quanto para recebê-la, assim como para realizar as entregas e atingir os objetivos de cada área na companhia.

Na Vedacit, a conexão com o esporte acontece há décadas. Do rally, ao futebol e ao vôlei, a empresa sempre acreditou na importância de envolver a comunidade e os colaboradores nessa relação. Além de apoio e patrocínio, internamente promovemos ações para valorizar esse vínculo. Nos inspiramos no esporte de alto rendimento para revisar os habilitadores estratégicos. Somos movidos por entregar resultados acima do mercado e sabemos que só será possível com o constante investimento em desenvolvimento pessoal e no autodesenvolvimento. Assim como no esporte, é preciso treinar, treinar e treinar para alcançarmos nossos objetivos.

Temos vivido o vôlei nas mais diferentes situações. O nosso último Encontro de Líderes teve esse como tema central, evidenciando como o mindset vencedor pode ser incorporado. Todo dia devemos entrar em nossas respectivas “quadras” com vontade de fazer o melhor, como se fosse o jogo final. E, trabalhando essa relação, tratamos de temas importantes, como o “match point”, o ponto decisivo nos negócios, as estratégias para a execução perfeita, a melhor escalação, o engajamento do time e, principalmente, como os profissionais movidos por um propósito coletivo performam em alto nível. Os feedbacks sinceros e regulares, assim como a utilização de dados para fazer mudanças (como é feito nas escalações, estatísticas dos jogos, contratações) têm sido intensificados em nossa rotina.

Além das características em comum já mencionadas, há uma em especial que une o Vedacit Vôlei Guarulhos à empresa: a preocupação com o bem-estar das pessoas. Uma liderança humanizada, que proporciona segurança, traz estabilidade emocional ao time e contribui diretamente para a performance. Em períodos de incerteza como o que enfrentamos recentemente, desde a chegada da pandemia, é o que tem feito a diferença. As expectativas para 2022 são otimistas. Alinhados na estratégia e compartilhando os mesmos valores, seguimos comemorando os bons resultados em quadra, na Superliga 2021/2022, e nos negócios.



Fonte: Mundo RH


Massificados

Tags: sem tags no momento!


Deixe seu Comentário:

=