Publicado por Redação em Gestão do RH | 14/09/2021 às 11:33:30

Estes são os cinco principais erros cometidos pelos líderes



Ser um líder de sucesso nunca foi tarefa fácil. Gerenciar pessoas, definir metas, delegar tarefas, manter-se atualizado e inspirar seus liderados são apenas alguns dos desafios enfrentados diariamente por quem ocupa essa posição. E, em um cenário cada vez mais dinâmico — em que ferramentas, tecnologias, planos e diretrizes mudam rapidamente, a pressão para desempenhar todas essas funções com excelência também aumentou.

Se somarmos a isso o fato de que, na imensa maioria das vezes, gerentes novatos não recebem nenhum tipo de treinamento sobre como exercer a liderança, fica fácil entender o porquê de erros considerados comuns continuarem acontecendo.

É claro que contratempos sempre podem acontecer e que assumir um cargo de liderança não isenta ninguém de cometer eventuais erros — na verdade ser um bom líder tem muito mais a ver com a capacidade de aprender rapidamente com estes erros do que em não os cometer.

Ainda assim, há alguns equívocos simples (mas com grande potencial de impactar negativamente a equipe e seus resultados) que podem ser facilmente evitados. Veja abaixo quais são eles.

1. Ser mais chefe do que líder

Parece clichê, mas é sempre bom lembrar: autoritarismo e centralização são características que não combinam com os líderes do futuro. Mesmo assim, não é raro ouvir histórias de gestores que são pouco abertos a sugestões e, frequentemente, tomam decisões arbitrárias ou levam os créditos de trabalhos realizados em equipe só para si.

Um bom líder, por outro lado, sabe da importância da colaboração e está mais preocupado em atuar como um facilitador do trabalho de seus liderados — seja viabilizando processos ou promovendo um ambiente mais favorável para o bom desempenho da equipe.

2. Não explorar talentos individuais

Saber delegar é essencial para exercer uma boa liderança. Mas esse talento, sozinho, não basta.

Para ser mais assertivo na distribuição de tarefas, é importante conseguir identificar interesses, talentos e habilidades individuais da equipe. Isso porque, com as pessoas certas desempenhando as tarefas certas, fica mais fácil garantir resultados eficientes e evitar que os colaboradores se sintam frustrados ou desmotivados.

3. Ignorar as metas

Outro erro de liderança é acreditar que, depois de traçadas e distribuídas entre a equipe, as metas deixam de ser sua responsabilidade.

Além de fazer um acompanhamento constante das metas (reajustando rotas quando necessário), também é dever do líder trabalhar em conjunto com a equipe para alcançar os resultados.

4. Ser indiferente aos problemas da equipe

Certa vez, ao falar sobre liderança em um painel promovido pela Unilever, a empresária Luiza Trajano (que desde 2018 ocupa o topo da lista de líderes mais admirados do Brasil elaborada pela consultoria Merco) destacou a importância da empatia em sua trajetória no mundo dos negócios.

"Eu trabalhei muito tempo na ponta, no balcão. E ali aprendi a ter empatia, a trocar de papel com o outro e ir para o mundo dele. Eu tinha clientes muito simples. Então ou eu trocava de lugar com ele, aumentava meu nível de consciência para vender bem, ou perderia ele”, disse.

A falta de empatia realmente se destaca como um erro fatal de liderança.

Ser indiferente aos problemas e às dores da equipe faz com que os colaboradores percam a confiança (e até mesmo o respeito) por seus líderes. Por isso, é importante manter o canal de comunicação sempre aberto, demonstrar empatia com os problemas apresentados e ser transparente com relação a como pretende trabalhar para resolvê-los.

5. Não dar o exemplo

Além de influenciar negativamente sua equipe, o líder que não dá o exemplo também perde a credibilidade. Para promover uma liderança verdadeiramente inspiradora, é preciso ser coerente e agir de acordo com o que prega. Só assim poderá servir de exemplo para seus liderados.

Líderes do Agora

Foi pensando em viabilizar a atualização dos líderes do agora e em acelerar a formação da próxima geração de líderes do país, que a EXAME Academy e a FRST Falconi desenvolveram o Líderes do Agora; uma trilha de aprendizado totalmente focada nas competências essenciais de um líder de sucesso.

Assim, ao longo de seis semanas, o treinamento virtual promete desenvolver competências relacionadas a liderança, gestão de metas, protagonismo, colaboração e inovação por meio de conteúdos que vão desde videoaulas com especialistas e mentores até exercícios práticos.

Tudo isso para que os alunos aprendam os caminhos para evitar os erros listados aqui e para que possam protagonizar uma nova etapa de sucesso em suas carreiras.



Fonte: EXAME


Linhas Financeiras

Tags: sem tags no momento!


Deixe seu Comentário:

=