Publicado por Redação em Gestão de Saúde | 29/09/2021 às 08:40:12

Quatro instrumentais odontológicos de limpeza dental que você deveria conhecer



A manutenção da higiene bucal tem várias vantagens. Embora a limpeza diária dos dentes em casa é a base da boa saúde bucal, os dentistas recomendam um tratamento preventivo profissional pelo menos duas vezes por ano. Você pode ficar nervoso quando precisa ir ao dentista porque não tem certeza do que acontece durante a consulta. Saber o nome e a função de alguns instrumentos odontológicos convencionais que você verá durante uma consulta para limpeza de rotina pode ajudá-lo a se preparar.

1. Espelhos

O espelho clínico é o instrumento odontológico profissional mais importante para o dentista. Sem esse instrumento, seria um desafio examinar a superfície dos dentes ou o tecido gengival na parte de trás da boca. Os espelhos podem ser feitos de estruturas metálicas ou de fibra de vidro com superfície de alta tecnologia, tais como um espelho revestido de ródio para evitar a distorção da imagem.

Ao refletir a luz vinda de cima, os espelhos clínicos ajudam a iluminar o interior da boca, permitindo que o dentista identifique mais facilmente os depósitos de cálculo. Alguns espelhos têm um formato côncavo, que possibilita a ampliação para ajudar o dentista a localizar até mesmo os menores depósitos.

O cabo é normalmente feito de aço inoxidável.

2. Raspadores periodontais

Os raspadores periodontais são instrumentos manuais de limpeza dental feitos de metal para raspar a placa e o cálculo (tártaro) dos dentes. A extremidade pontiaguda é usada para a porção do dente que fica acima da margem gengival, enquanto a extremidade curva romba é usada para alcançar abaixo da margem gengival sem ferir a gengiva.

A maioria dos dentistas geralmente começa com um raspador ultrassônico, que ajuda a remover a placa bacteriana e o tártaro enquanto usa um jato de água para resfriar a ponta do instrumento e enxaguar a boca. De acordo com a revista RDH Magazine, esses raspadores ultrassônicos estão disponíveis em dois modelos, o magnetostritivo e o piezoelétrico, que têm frequências e movimentos de ponta diferentes, mas que oferecem resultados clínicos quase idênticos. Os raspadores manuais são usados em seguida para remover os resíduos de placa e tártaro que permanecem nos dentes.

O dentista pode optar por não usar o raspador ultrassônico magnetostritivo com pacientes que usam marca-passo cardíaco implantado porque o instrumento pode causar interferência no marca-passo, de acordo com a Associação Americana de Odontologia(ADA).

3. Polidores

Após a remoção da placa e do tártaro dos dentes pelo dentista, o próximo passo é o polimento de cada dente para garantir que ele fique o mais branco e brilhante possível. Os polidores mais comumente utilizados são as taças profiláticas, pequenas taças de borracha adaptadas a um instrumento de polimento elétrico rotatório de baixa velocidade. Com o auxílio de uma pasta abrasiva suave a moderada, esses instrumentos removem áreas irregulares dos dentes, deixando toda a superfície lisa e limpa. Isso facilita a fixação de tecido gengival saudável à superfície do dente. O polimento é feito após a raspagem ultrassônica e a raspagem manual.

4. Comece com um enxaguante bucal

Não importa quais os instrumentos de limpeza dental usados pelo dentista, uma limpeza profissional normalmente começa com um enxaguante bucal pré-procedimento. Ele melhora a segurança do procedimento, tanto para o profissional quanto para o paciente.

Da próxima vez que você vir a bandeja de instrumentos que o dentista pretende usar, conseguirá identificar os raspadores periodontais, os espelhos e os polidores. E saberá que esses instrumentos limparão seus dentes e evitarão problemas de saúde bucal como a gengivite e a cárie dentária. Além disso, terá mais autonomia para pedir mais informações sobre os instrumentos ao dentista.



Fonte: Colgate


Seguro Educacional

Tags: sem tags no momento!


Deixe seu Comentário:

=