Publicado por Redação em Gestão do RH | 29/09/2021 às 08:36:41

Daniel Goleman: empatia é a qualidade mais importante em um líder


Uma ponte construída a cada momento entre duas pessoas, automática e não-verbal, uma capacidade de prestar total atenção ao outro e perceber o que o outro está sentindo. Algo que vai além das palavras. É assim que o psicólogo norte-americano Daniel Goleman, autor do super best seller “Inteligência Emocional”, define uma habilidade que deveria estar no topo das qualidades dos líderes – e das organizações – emocionalmente inteligentes. Goleman palestrou diretamente de Nova York (por vídeo), no 8º Fórum Liberdade e Democracia, que aconteceu em São Paulo na semana passada.

Goleman vem baseando seus últimos trabalhos em pesquisas recentes da faculdade de Medicina da Universidade de Harvard que mostraram algo chamado de cérebro social. São partes do cérebro humano que interagem para que aconteçam as relações, a compreensão do outro, a empatia. Esse sentimento, que o psicólogo divide em três tipos (veja no quadro abaixo), é a base da comunicação e da liderança efetiva, seja em um escritório de advocacia, no consultório médico, entre pais e filhos, na sala de aula ou na mesa de reuniões do CEO. “Quando duas pessoas estão nesse estado, de total atenção um ao outro, cria-se um sentimento de bem-estar e espaço para que as trocas aconteçam, pois sentem-se protegidas e apoiadas.”

Essa evidência veio à tona quando o Google analisou suas equipes com melhor performance, muitas delas formadas por engenheiros, e descobriu que a principal característica desses times era a a sensação de segurança psicológica. Trata-se daquele ambiente em que todos podem colocar suas ideias, sentimentos, dar palpites e mesmo se abrir sem medo de serem atacados ou julgados. “Quando um líder vai conversar com alguém de sua equipe, primeiro precisa saber como aquela pessoa está, o que é importante para ela além do salário e do emprego”, diz. Ou seja, tem tudo a ver com empatia: entender o outro, sentir o que ele está sentindo e cuidar. “Um mentor de verdade primeiro pergunta o que a pessoa quer da vida, depois da carreira e, só então, o que pretende naquele emprego.  E por fim ele se coloca à disposição para apoiar seus liderados em todos os seus objetivos.”

Empatia segundo Daniel Goleman

  • Empatia Cognitiva: eu entendo como você  o mundo. Eu posso falar com você de um jeito que você compreenda;
  • Empatia Emocional: eu entendo o que você sente porque eu sinto também;
  • Preocupação empática: eu me preocupo com você. “É isso o que distingue aquele chefe que as pessoas amam trabalhar para. É o tipo de empatia mais importante, que faz com que todos se sintam apoiados e protegidos, mesmo quando recebem um feedback negativo.”

 

Fonte: Forbes


Massificados

Tags: sem tags no momento!


Deixe seu Comentário:

=