Publicado por Redação em Carreira | 30/12/2020 às 12:18:23

10 passos para que as mulheres construam autoconfiança



Você já vivenciou uma situação na qual se sentiu, imediatamente, deslocada? Ou, pior ainda, você disse a si mesma que não pertencia àquele ambiente? A verdade é que muitas mulheres não estão satisfeitas consigo mesmas e acabam atraindo esse tipo de pensamento, principalmente em situações novas e desafiadoras.

Manter um alto nível de confiança e autoestima já é algo difícil em circunstâncias normais. Durante tempos de certeza, então, a situação tende a se agravar.

As mulheres, normalmente, enfrentam mais desafios por ter que conciliar a vida familiar e profissional em um território completamente desconhecido, principalmente ao longo de 2020, quando a linha entre vida pessoal e profissional se tornou mais tênue do que nunca e o cotidiano mudou drasticamente.

Essas circunstâncias podem afetar nossa autoestima como mulheres. Veja a seguir, 10 maneiras de superar nossa própria imagem negativa e construir autoconfiança:

1. Defina metas realistas

Primeiro, visualize-se como você deseja ser. Que aspirações de carreira ou objetivos pessoais você tem? Mulheres ambiciosas muitas vezes assumem tarefas demais no trabalho e, exaustas, imediatamente se direcionam para o fracasso, antes mesmo de começar. Não faça isso! É algo que apenas vai alimentar a sua voz interna negativa.

A chave é definir metas realistas que vão ao encontro da vida pessoal e profissional desejadas. Escreva-as em seu diário ou crie um “quadro de visão” (um quadro cheio de fotos e imagens de como deseja que sua vida futura seja), para poder sempre ter em mente quais são seus sonhos e como você vai chegar até eles.

2. Prepare-se para falhar

Agora que você estabeleceu metas para si mesma, reflita sobre a possibilidade de fracassar. Contemplar o fracasso vai ajudar a resolver problemas potenciais e como evitá-los. Também permite que você reformule a maneira como você encara suas falhas.

Frequentemente, o fracasso é considerado uma coisa final e arruinadora, mas não precisamos encará-lo assim. Falhar em algo é apenas uma questão de ponto de vista. Em vez de pensar no pior, lembre-se da fala de Henry Ford:”O fracasso é uma oportunidade para começar de novo, só que desta vez com mais inteligência”.

3. Supere o fracasso

Reconheça como você se sente uma vez que fracassou – mesmo que apenas na sua imaginação. Preste atenção ao que acontece em seguida. Como você enfrenta a dor e a perda? Você faz de tudo para reduzir ou fugir do que está sentindo? Ou você analisa os fatos e reflete sobre o que aconteceu?

Se você decidir examinar os fatos, pense no que a levou ao fracasso. É algo que você fez (ou não fez)? Em caso afirmativo, como você pode se preparar melhor da próxima vez com esse conhecimento adquirido?

Veja cada situação de fracasso como uma oportunidade de aprender e se reconstruir. As únicas falhas reais acontecem quando você desiste.

4. Abrace a incerteza

Este ano nos deu chances mais do que suficientes para começar a abraçar situações incertas. Fazer as coisas que mais a assusta vai ajudar a aumentar sua confiança. Isso permite que você tenha soluções quando algo inesperado ocorrer, aumentando sua autoestima.

Você será capaz de reverter esses momentos em algo produtivo, e vai se sentir fortalecida ao enfrentar os desafios futuros. Nesse meio tempo, você saberá que é capaz de mais do que acredita. O momento perfeito é agora: inscreva-se para a promoção que sempre desejou, aprenda uma nova habilidade ou comece um negócio!

5. Escolha a positividade

Aquela voz interna negativa começa com você mesmo. Se você escolher a positividade, poderá combater com mais eficácia os pensamentos negativos quando eles aparecerem.

Mas como manter a positividade diante de um desafio? A resposta é simples: converse consigo mesmo de maneiras que aumentem sua autoestima.

Se você não conseguir reunir sua coragem internamente, procure apoio externo. Alguém provavelmente experimentou um desafio semelhante ao seu e o superou. Encontre aqueles que já superaram e peça conselhos!

6. Pratique o autocuidado

É mais do que uma palavra da moda. Uma vez que é necessário aumentar sua autoconfiança, o autocuidado vai ser essencial nesse processo. Ele quer dizer zelar pelo seu eu mental, físico e emocional. Você pode praticar meditação, fazer exercícios, dizer “não” a coisas que não trazem alegria na vida pessoal e profissional, descansar adequadamente, seguir uma dieta saudável e praticar a gratidão.

7. Evite a síndrome do impostor

Suponha que você se sinta como uma fraude. Você não está sozinha! Na verdade, estima-se que 70% das pessoas vivenciaram pelo menos um episódio desse fenômeno em suas vidas.

Todo mundo se sente um impostor de vez em quando. Este é um conceito que faz você pensar que seu sucesso não é por suas ações, mas por sorte. A síndrome do impostor é uma autopercepção imprecisa que aflige aqueles que têm dificuldade em experimentar o sucesso, apesar das grandes realizações e reconhecimento de outras pessoas.

Outras características comuns que acompanham a síndrome do impostor são o perfeccionismo, ansiedade excessiva, culpa e dúvida constante sobre si mesma.

8. Pratique a persuasão

Alcançar o “status de chefe” pode estar diretamente relacionado ao quão bom você é em persuasão. Não estou falando de algo ruim ou de manipulação, isso é errado. Estou me referindo àquilo que influencia as pessoas na maioria das situações de maneira positiva. De acordo com a associação de psicologia dos EUA, a American Psychological Association, os princípios psicológicos da persuasão são a reciprocidade, simpatia, testes sociais, autoridade e escassez. Esses princípios abraçam a ideia de que definir uma mensagem sobre o que você deseja leva, em última análise, à uma autopersuasão positiva.

9. Desfrute da procrastinação

A procrastinação pode parecer contra-intuitiva para seus objetivos, mas você pode usá-la a seu favor. Aproveite o poder da procrastinação para impulsioná-la para a frente. Um jeito moderado de adiar algumas coisas pode estimular a criatividade, a motivação intrínseca e a oportunidade de gerar novas ideias.

10. Persevere

Aumentar a confiança e superar o diálogo interno negativo não é algo que deve ser descartado apenas uma vez em sua lista de tarefas. Leva tempo e prática. Você precisará incorporar essas práticas ao seu cotidiano. Pode acreditar, vai valer a pena. E aquela voz irritante na sua cabeça está quase sempre errada (a menos que ela esteja dizendo que você é incrível e vai superar mais essa!).



Fonte: Forbes


Seguros Pessoais

Tags: sem tags no momento!


Deixe seu Comentário:

=